sexta-feira, 10 de outubro de 2014

Especial Dia das Crianças - Programas Infantis

Angel Mix:
Emissora: TV Globo
Ano de Produção: 1996 a 2000



Angel Mix
 foi um programa infantil diário apresentado por Angélica, composto por brincadeiras, torcidas, números musicais e conversas com o público, além da exibição de desenhos animados. A partir de 11h30 era apresentada a novelinha Caça Talentos dentro do programa. Angélica contava com o auxílio de quatro “angels” – Michele Machado, Juliana Silveira, Giovanna Tominaga e Mirela Tronkos – e dois “angélicos” – Caio César Bonafé e Daniel Florenzano – para animar cerca de 500 crianças, de oito a dez anos, acomodadas num cenário criado por Mauro Monteiro, com uma arquibancada e duas passarelas de dois andares, montado no Teatro Fênix, no Rio de Janeiro. A apresentadora entrava em cena numa nuvem, no centro de uma letra “A” em azul, com duas asas e uma auréola. No dia 30 de junho de 2000 foi ao ar o último Angel Mix, saindo da programação global para dar lugar ao infantil Tv Globinho e posteriormente ao Bambuluá.  

Balão Mágico:
Emissora: TV Globo
Ano de Produção: 1983 a 1986

Com texto e direção de Rose Nogueira estreou no dia 7 de março de 1983, com cerca de uma hora de duração, o programa Balão Mágico, um dos primeiros infantis da TV brasileira a ser apresentado por crianças. Inicialmente, Balão Mágico tinha como apresentadores a ex-menina circense Simony, na época com apenas 5 anos de idade e o Fofão, uma espécie de “cachorro extraterrestre’’ com bochechões,  interpretado por Orival Pessini, que no início não falava só emitia sons que eram traduzidos por Simony. O programa misturava números musicais, sorteios e desenhos animados como: Os SmurfsSuperamigosOs Flintstones,  Homem PássaroPopeye,Mulher Aranha,  He-ManShe-Ra, entre outros. 


Alguns meses depois da estreia, já com a direção de Edi Newton, coordenação de Geraldo José Gurjão e supervisão de Nilton Travesso, Balão Mágico ganhou mais meia hora na programação da emissora, passando a ser exibido também aos sábados. Naquela fase, Simony estava muito preocupada com as lições da escola e Fofão procurava um novo amigo para brincar. Criou-se, então, o Fofinho, boneco de pano confeccionado por Fofão, idealizado por Orival Pessini e interpretado por Tob, integrante do grupo musical Turma do Balão Mágico – criado em 1982 e do qual Simony fazia parte. Mike (filho do famoso ladrão inglês Ronald Biggs), outro integrante do grupo infantil, também participava do programa. Balão Mágico foi exibido pela última vez no dia 28 de junho de 1986 para dar lugar ao Xou da Xuxa.   

Bom Dia e Cia:
Emissora: SBT
Ano de Produção: 1992 até hoje

Quando o Bom Dia & Ciaestreou no dia 2 de agosto de 1993, era um programa infantil bem inovador. Aapresentadora Eliana, recém saída do Festolândia, traziaos desenhos e nos intervalos exibia pequenos filmetes em seu boneco micro-computador chamado Robô Flitz, que falava sobre ecologia, reciclagem e outros temas educativos. Com o tempo o programa foi se modificando, novos personagens apareceram como o Melocoton, um fantoche que virou boneco sucesso de vendas e que acompanhou o programa por muito tempo, mesmo após a saída da apresentadora. 


Em 1996 o programa passou a se chamar Eliana & Cia, evidenciando o grande sucesso que a apresentadora alcançara na emissora. Com a saída de Eliana do SBT em 1999, para a Tv Record, a partir do dia 21 de Setembro de 1998, o programa passou a ser apresentado por Jackeline Petkovik, a apresentadora do extinto Fantasia. Com isso o programa voltou a se chamar Bom Dia & Cia. No dia 31 de Outubro de 2003, sem causa aparente Jackeline foi afastada do programa, e substituída por Jéssica Esteves de 12 anos e Kauê Santin de 13 anos. Atualmente, o programa é apresentado por Yudi, Priscila e Maisa.


Bozo:

Emissora: Record e SBT

Ano de Produção: 1979 a 1991

O personagem Bozo foi criado em l946, por uma gravadora de discos nos Estados Unidos, a Capitol Records. P. Colvig. O programa do palhaço Bozo chegou a ser produzido em mais de 240 estações de TV em 40 países, entre eles, o Brasil. Em 1979, o apresentador e comunicador, Sílvio Santos decide apostar nesta marca de sucesso, o Bozo americano (Larry Harmon) escolhe o comediante brasileiro, Wandeko Pipoca, para interpretar o personagem pela rede liderada pela Record e TVS do Rio. Em 1981, o programa transfere-se para o SBT, onde permaneceu no ar durante dez anos. 


Em pouco tempo a Bozomania explode no Brasil, o programa do Bozo passa a ser exibido de manhã até a tarde, no SBT, Sílvio Santos decide contratar mais dois atores, Luís Ricardo e Arlindo Barreto, para desempenhar o personagem, numa jornada ao vivo, por todo o Brasil, e mais um outro para servir de stand-by, chamado Décio Roberto. No programa do Bozo, além de brincadeiras de palco com as crianças que visitavam as gravações, havia sorteios e as sempre engraçadas encenações com os personagens  Vovó Mafalda, Kuki, Papai Papudo, Bozolina, professor Salsi, além do próprio Bozo, trazendo um humor com clima circense antes das chamadas dos desenhos. Em fevereiro de 1991, ao sair do ar, o programa foi substituído pela Vovó Mafalda, uma figura terna e bonachona, vivida por Valentino Guzo, que apresentava e comentava desenhos, contava histórias e dava conselhos salutares às crianças.


Clube da Criança:

Emissora: TV Manchete

Ano de Produção: 1983 a 1997

O programa Clube da Criança estreou no dia 6 de junho de 1983 na Tv Manchete, com a modelo Xuxa à frente da atração. O que ninguém sabe é que Monique Evans quase ocupou o lugar da loira. O Clube da Criança tinha um cenário colorido, brincadeiras de palco, atrações musicais e a apresentação de desenhos animados, em sua maior parte da Hanna-Barbera. Ao lado de Xuxa o programa contava com a participação do mascote papagaio Paquito, personagem responsável pelo nome de suas ajudantes de palco quando está passou para o Xou da Xuxa na Rede Globo. 


Com a saída da apresentadora em 1986, para a Rede Globo, o Clube da Criança passou a ser uma simples sessão de desenhos animados, retornando com o mesmo formato só um ano depois. O programa agora era apresentado por Angélica. A apresentadora virou sucesso entre as crianças e em 1989 lançava seu primeiro disco, com a música "Vou de Taxi", símbolo de sua carreira. Com a saída de Angélica, o Clube da Criança passou a ter o cenário ambientado num circo e a apresentadora agora era a atriz Milla Christie. O programa também chegou a ser apresentado por Patrícia Nogueira, miss Brasil 1994 e a pequena Debby Lagranha. 


Gente Inocente:
Emissora: TV Globo
Ano de Produção: 1999 a 2002

O programa Gente Inocenteestreou no dia 9 de abril de 1999. O ator Márcio Garcia apresentava o programa, comandando as atrações a frente de um elenco de crianças que recebia convidados. O grupo fixo de crianças recebia toda semana um ator de destaque da emissora, a quem faziam perguntas, apresentavam esquetes, homenagens e uma retrospectiva da carreira do convidado no quadro “Tá no Papo”. Numa das principais atrações do programa, cantores mirins previamente selecionados participavam de uma prova de calouros, avaliada por um júri formado por atores e cantores famosos. Para esse quadro, o cenário era um banheiro. 


Quando a criança não era aprovada a mãe ou o pai tomavam um banho de vapor. Além dessas atrações, ao final de cada bloco era apresentada uma charada no quadro “Arquivo Secreto”, e a resposta era revelada durante os comerciais. As perguntas iam desde conhecimentos gerais até curiosidades sobre atores e atrizes. No dia 11 de agosto de 2002, Gente Inocente deixou de ser exibido em função do horário eleitoral gratuito, que começou naquele mês, e não mais voltou a programação.


Show Maravilha, Mara Maravilha Show e Mundo Maravilha:

Emissora: SBT e TV Record
Ano de Produção: 1987 a 1993, 1995 e 1997

Mara Maravilha foi uma das primeiras apresentadoras infantis da TV brasileira. Ela começou sua carreira aos oito anos de idade, apresentando um programa infantil pela TV Itapoan na Bahia. Em 1987 Mara estreou no SBT o Show Maravilha, aproveitando o mesmo formato do Xou da Xuxa que fazia um estrondoso sucesso na época. O programa ia ao ar na faixa vespertina da emissora, às 4h30 da tarde de segunda a sexta-feira. Show Maravilha ficou no ar durante 7 anos e o sucesso foi tanto que chegava a alcançar a liderança na audiência várias vezes, só não deixava para trás a Rainha Xuxa. O programa teve o seu final repentino em 1993, após a crise financeira por que passou a emissora. Depois de dois anos afastada da televisão brasileira a baiana Mara Maravilha voltoua TV num programa infanto-juvenil na Rede Record. OMara Maravilha Show era apresentado todos os sábados inicialmente às 12 horas, tendo duas horas de duração. Fantasiada de índia, de professora, repórter, entre outros personagens, Mara divertia o publico com representações hilárias. Mara estreou na Tv Record em 1996 com o Mara Maravilha Show, mas no ano seguinte já estava comandando o seu segundo programa na emissora o programa matinal Mundo Maravilha que era apresentado de Segunda àSexta às 10 horas. Com direção de Vildomar Batista o programa além de educativo conseguia divertir as crianças, mas usava a fórmula já conhecida de brincadeiras, desenhos, musicais e esquetes.


Show do Malandro:

Emissora: TV Globo
Ano de Produção: 1992 a 1993

O Show do Mallandro estreou no dia 20 de abril de 1992 com a direção de Paulo Netto e a supervisão de Marlene Mattos. O programa era apresentado por Sérgio Mallandro, durante a semana, das 8h às 9h30 na Rede Globo. Antes de ter seu próprio programa infantil na emissora, Sérgio Mallandro chegou a substituir a Xuxa durante as férias da apresentadora no início de 1991 e em 1992. Seguindo o modelo de outros programas infantis exibidos pela Rede Globo,Show do Mallandro apresentava brincadeiras e contava com a participação de crianças no palco e na platéia, além de convidados especiais e de desenhos animados. 


Xou da Xuxa:

Emissora: TV Globo
Ano de Produção: 1986 a 1992

Com a programação infantil desgastada, o Boni trouxe da Rede Manchete a apresentadora Xuxa, que vinha se destacando no comando do programa Clube da Criança, para apresentar um programa diário nas manhãs da Globo. Xuxa impôs a condição de só aceitar se o programa levasse o seu nome, surgia então o Xou da Xuxa, que tornou-se um dos maiores sucessos da história da Tv brasileira, transformando a apresentadora na “Rainha dos Baixinhos”. Xuxa chegava sempre numa nave espacial ao som da canção "Doce, Doce" e coberta de luzes e pompons. O programa era ambientado num grande parque de diversões com um cenário repleto de fantasia feito com a ajuda de Maurício de Souza e Reinaldo Waisman. Paquita e Xiquita Sorvetão já eram ajudantes da Xuxa na Manchete, mas quando a apresentadora transferiu-se para Rede Globo, o palco e o espaço eram maiores, por isso seria necessário mais ajudantes, sendo aderidas mais duas ajudantes que receberam o nomes de Pituxa e Catuxa. 


"Quem vai ganhar meninas ou meninos?", com essa frase tinha início a saudável competição entre crianças que era o ponto forte do programa. As mais conhecidas brincadeiras eram: "A Dança das Cadeiras", "Pula Corda" (que mais tarde até ganhou uma música feita pelo grupo Trem da Alegria), "Bola No Gol", "Que Música é Essa?", entre outras. A frase -"Um Beijo pra minha mãe pro meu pai e especialmente pra você", virou bordão nacional, pois sempre que os baixinhos iam buscar o presente dados aos vencedores a  repetiam. Depois de muitas conversas a Globo que desejava introduzir alterações em sua fórmula deu fim ao programa no dia 12 de dezembro de 1992.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Blog do Programa Atualize

Blog do Programa Atualize

Follow by Email